terça-feira, junho 18, 2024
Blog

Proteção Total: Protetor Solar ou Repelente? Descubra a Ordem Perfeita para um Carnaval sem Dengue!

Saiba como se proteger contra a dengue neste carnaval! Dermatologista revela a ordem ideal para aplicar protetor solar e repelente, garantindo defesa eficaz. Confira dicas e aproveite a folia com segurança!

Introdução

O Brasil enfrenta um aumento alarmante nos casos de dengue, gerando preocupações em relação à saúde pública. Com o carnaval se aproximando, é crucial conscientizar a população sobre a importância da proteção contra mosquitos transmissores da doença. Nesse contexto, a dermatologista Mayla Carbone, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), oferece orientações valiosas sobre o uso adequado de protetor solar e repelente.

Proteção Eficiente: Repelentes à Base de DEET e Icaridina

Mayla destaca a eficácia comprovada dos repelentes à base de DEET e Icaridina na prevenção da dengue. Entre eles, os que possuem 25% de concentração de Icaridina são os mais recomendados pela médica. Marcas diversas oferecem produtos com essa especificação, ressaltando que a concentração do princípio ativo está diretamente relacionada à proteção proporcionada.

A baixa toxicidade da Icaridina é um ponto positivo, garantindo segurança ao usuário, sem causar danos aos tecidos corporais ou danificar roupas. Além disso, sua ação prolongada, que protege a pele por até 10 horas, elimina a necessidade de reaplicações frequentes, reduzindo o risco de toxicidade. A dermatologista enfatiza que a Icaridina é hipoalergênica, tornando-se uma opção segura para crianças, idosos e gestantes.

A Ordem Certa: Protetor Solar ou Repelente?

Diante da dúvida comum sobre qual produto aplicar primeiro durante uma ida à praia – protetor solar ou repelente – Mayla Carbone oferece uma orientação clara. Para garantir uma defesa eficaz contra mosquitos e raios solares, a recomendação é aplicar primeiro o protetor solar e, em seguida, o repelente.

“Sugiro aplicar o filtro solar em casa, aguardar a absorção por alguns minutos, em seguida o repelente e só depois vestir a roupa”, aconselha a dermatologista. A razão por trás dessa ordem reside no fato de que o repelente contém substâncias que afastam insetos, e aplicar o filtro solar posteriormente pode diminuir a eficácia dessas substâncias.

A Importância da Reaplicação

Assim como os protetores solares convencionais, os que possuem repelente e baixa concentração de Icaridina precisam ser reaplicados a cada duas horas para garantir uma proteção contínua e eficaz. Mayla destaca que essa prática não se limita apenas ao verão, podendo ser estendida a outras épocas do ano, como o fim do inverno e o outono, quando há presença de insetos em cidades mais úmidas.

Perguntas Frequentes

  1. Posso aplicar repelente diretamente na pele do rosto? Sim, desde que seja evitada a área dos olhos e boca para prevenir irritações.
  2. Qual a diferença entre DEET e Icaridina? Ambos são eficazes, mas Icaridina é preferida pela baixa toxicidade e ação prolongada.
  3. Crianças podem usar repelentes com Icaridina? Sim, é seguro, mas a concentração deve ser adequada à faixa etária.

Conclusão

Proteger-se contra a dengue durante o carnaval e outras épocas do ano é fundamental para a saúde pública. A ordem correta de aplicação de protetor solar e repelente, aliada à escolha de produtos adequados, pode garantir uma defesa eficaz. Siga as orientações da dermatologista Mayla Carbone e aproveite o carnaval com segurança, afastando os mosquitos e desfrutando dos dias de folia sem preocupações. Não se esqueça da importância da reaplicação para manter a proteção contínua. Curta a festa sabendo que está cuidando da sua saúde!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *